terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Redenção




Fernanda Brum

Vivo estou
Pois um dia Ele morreu por mim
Livre estou pois um dia condenado foi
Ele mesmo se entregou, decidiu morrer
Foi por mim.
Toda iniquidade Ele levou
Minha dívida pagou, me amou, redenção

Tudo foi por mim
Derramou seu sangue
Não está ali, Ele ressuscitou
Sangue carmesim derramou, sua vida em mim
Ninguém teve amor assim

Vivo estou
Pois um dia Ele morreu por mim
Livre estou pois um dia condenado foi
Ele mesmo se entregou, decidiu morrer
Foi por mim.
Toda iniquidade Ele levou
Minha dívida pagou, me amou, redenção

Tudo foi por mim
Derramou seu sangue
Não está ali, Ele ressuscitou
Sangue carmesim derramou, sua vida em mim
Ninguém teve amor assim

Tudo foi por mim
Derramou seu sangue
Não está ali, Ele ressuscitou
Sangue carmesim derramou, sua vida em mim
Ninguém teve amor assim

Ele vive
Ele vive
Ele vive
Ele vive
Foi ao inferno
Ele vive
Foi ao inferno
Ele vive

Tudo foi por mim
Derramou seu sangue
Não está ali, Ele ressuscitou
Sangue carmesim derramou, sua vida em mim
Ninguém teve amor assim

Ninguém teve amor assim

0 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigada por sua visita volte sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Print Friendly and PDF